sábado, 10 de maio de 2014


Caríssimos Colegas,

no dia 18 de abril um grupo de cerca de 80 famílias, desalojadas de um edifício abandonado da OI/TELERJ, invadiu o terreno da Catedral Metropolitana, motivando a suspensão das celebrações da Semana Santa na Catedral. Após negociações com os desalojados e os poderes públicos estas famílias foram acolhidas na quadra de esportes da Paróquia Nossa Senhora do Loreto na Ilha do Governador no dia três de maio. São cerca de 309 pessoas, 209 adultos e 100 crianças.

Dom Orani convocou todas as paróquias, comunidades e movimentos para colaborar na assistência aos desabrigados (http://arqrio.org/noticias/detalhes/2026/paroquias-do-rio-se-revezarao-no-atendimento-aos-desalojados-da-oi-telerj). Estive na paróquia no dia nove de maio para conhecer a situação dos desalojados e oferecer a ajuda da Associação dos Médicos Católicos.

O pároco, Pe Alex, agradeceu nossa oferta e informou que mesmo antes de acolher os desalojados a paróquia já tinha programado uma feira de saúde e cidadania para o dia 17 de maio, de 08:00 – 13:00 h com o apoio do Rotary Club e a Associação de Médicos da Ilha do Governador e nós poderíamos somar forças nesta atividade já programada.

O acesso à paróquia é bem fácil, ela está localizada na Estrada dos Maracajás, 635 – Galeão, na entrada da Ilha do Governador, próximo ao Aeroporto Internacional Tom Jobim, ao lado da Vila da Aeronáutica.

A feira disponibilizará os seguintes serviços: avaliação de pressão arterial (realizada por alunos de enfermagem), aferição de glicemia e lípides (Laboratório Bronstein), exames oftalmológicos (voluntários do HSE), escovação dentária, aplicação de flúor, balcão de emprego, segunda via de documentos e orientação jurídica.

Os desalojados também foram avaliados por uma equipe da clínica de família que programou uma campanha de atualização vacinal e um dia de testagem para HIV e sífilis. Conversando com os profissionais eles informaram que os principais problemas identificados foram lesões de pele, queixas ortopédicas e ginecológicas.

A paróquia conta uma infraestrutura excelente para o atendimento. Eles tem um ambulatório paroquial com quatro salas de atendimento, climatizadas, sendo uma um gabinete dentário, além de farmácia. Uma das salas tem banheiro para atendimentos ginecológicos. Infelizmente atualmente somente um clínico presta atendimento voluntário no local.

 Venho convidá-los a se associar a esta ação solidária. Combinei com os responsáveis da feira de saúde que estaremos presentes para orientação daquelas pessoas que apresentarem alguma alteração nos exames de triagem que serão realizados. Venho pedir ainda a doação de amostras grátis para abastecermos a farmácia paroquial.

Peço que aqueles que tenham disponibilidade para colaborar respondam este post para organizarmos nossa atuação. Lembro ainda que no dia seguinte dia 18 de maio, domingo, às 09:00 h, teremos a missa dos 14 anos da AMC com Dom Antonio Augusto na Capela da Casa de Saúde São José.

A PAZ DE CRISTO!

Pedro Spineti

Presidente da AMC-RJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário