quarta-feira, 9 de julho de 2014

Peregrinação Arquidiocesana da Saúde


Promovendo um ato de fé pelas ruas do bairro da Usina, a Pastoral da Saúde da Arquidiocese do Rio organiza a quarta edição de sua peregrinação arquidiocesana, no próximo dia 12 de julho, ao Santuário de São Camilo de Lellis. O evento marca a celebração dos 400 anos da morte do santo, padroeiro da pastoral.
“É uma verdadeira profissão de unidade e a oportunidade de dar testemunho de conversão pastoral”. Assim o diácono permanente Sérgio Catão, coordenador arquidiocesano da Pastoral da Saúde, definiu a anual peregrinação que, em sua quarta edição, acontecerá este ano no dia 12 de julho.
“Superando aquela forma sectária e conservadora de nossas pastorais, em conjunto com agentes, ministérios e movimentos, poderemos confirmar nossa missão de batizados em favor de um mundo onde a presença de Jesus Cristo seja luz e salvação da humanidade, nesta parcela de Igreja no Rio de Janeiro. Convocamos todos os fiéis do Rio para participarem conosco desta manifestação de amor”, salientou.
Todos os agentes das paróquias são chamados a tomar parte no evento, e também motivados a comparecer com o uniforme da pastoral e uma faixa com frase e identificação da comunidade.
Programação
A concentração será no CEFAC (antigo Colégio Regina Coeli), na Rua Conde de Bonfim, 1.305, na Usina. No local haverá momentos de oração, louvor e cânticos, que prepararão os presentes para a caminhada.
Ao chegar ao santuário, os peregrinos participarão da Santa Missa presidida pelo bispo auxiliar da Arquidiocese do Rio, Dom Antônio Augusto Dias Duarte, animador da Pastoral da Saúde.
Os líderes dos grupos estão preparando um lanche que será partilhado após a celebração. Neste momento, também será destinado um tempo para interação e troca de experiências entre os presentes.
Seguindo com a programação, os agentes assistirão a uma palestra do padre camiliano Adailton Mendes da Silva, sob o tema “São Camilo e a caridade”.
Também está confirmada a presença do arcebispo do Rio, Cardeal Orani João Tempesta, que dará sua bênção e conduzirá o encerramento do encontro.
Motivados pelo espírito
A ideia de organizar a peregrinação nasceu do desejo de promover um grande encontro, para integrar todos os agentes da pastoral espalhados pelos hospitais localizados no território da Arquidiocese do Rio.
Segundo o diácono Catão, o projeto começou em 2011, quando os próprios membros do grupo expressaram a vontade de uma “convivência fraterna entre os irmãos de pastoral”.
“Diante dos grandes desafios que perpassam pelas pastorais sociais, fez-se necessário um momento de encontro, no qual pudéssemos não só partilhar tais desafios, como promover o congraçamento fraterno, fortalecendo-nos assim uns aos outros. Também porque muitos, apesar de sua devoção, nunca estiveram no santuário carioca dedicado a São Camilo. O Espírito Santo, sem que o percebêssemos, nos indicava outra motivação para o encontro anual: o início de uma preparação, com um tríduo anual, para que neste ano de 2014 comemorássemos os 400 anos da Páscoa de São Camilo”, contou.
Pastoral em números
Atualmente, a Pastoral da Saúde esta presente em todos os vicariatos da arquidiocese, somando 147 paróquias.
“Nosso número é flutuante, mas crescente. O grande objetivo é estarmos presentes em todas as paróquias do Rio, trabalhando sempre em comunhão com os ministros extraordinários da Comunhão Eucarística (MESCs), a Legião de Maria e outros grupos e movimentos afins”, frisou.
Fonte: www.arqrio.org.br 

Nenhum comentário:

Postar um comentário