segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Mensagem de Advento do Presidente da Federação Internacional de Associações Médicas Católicas


Queridos amigos,

Não importa onde você esteja no mundo, você sabe que o Natal chegará em poucos dias. O Natal tornou-se uma "celebração", com uma obsessão em banquetes e presentes. Seduzidos pelas festas e cânticos, muitos de nós vamos acordar no “Boxing Day” com uma certa sensação de vazio e desilusão porque "o natal" acabou, pelo menos, por mais um ano.

No calendário litúrgico, existem duas estações onde a Igreja exórta-nos a passar o tempo em reflexão sobre o nosso relacionamento de aliança pessoal com Deus. Nós, muitas vezes, atendemos ao apelo de uma renovação da nossa fé por meio do arrependimento durante a Quaresma, enquanto que, a mesma chamada para uma relação mais profunda é muitas vezes perdida nas festividades do Natal. Tanto o Advento como a Quaresma, são tempos para refletirmos sobre o grande presente que Deus, nosso Pai nos deu e o grande sacrifício que Jesus fez para se tornar homem e viver entre nós.

Nós muitas vezes fazemos bem a abstinência, passamos o tempo em reflexão e oração durante a Quaresma. Devemos tentar fazê-lo semelhante durante o Advento, pois comemoramos o começo da grande realidade da nossa salvação. O Advento é um tempo especial para rezarmos e contemplarmos com Maria, enquanto nos preparamos para Jesus nascer em nossos corações. Para festejarmos bem, temos de nos preparar bem. Para compartilharmos Jesus com os outros, é preciso primeiro ter Jesus brilhando dentro de nós. Vamos dar de presente, Jesus, para os outros, um presente muito mais valioso do que qualquer outro que pode ser comprado nas lojas nesta temporada. Se tomarmos Cristo fora do Natal, então torna-se "natal" um outro feriado pagão e somos obrigados a sentir o vazio em nossas vidas.

Nove anos atrás, minha esposa Priscilla e eu, com alguns de nossos filhos e amigos da igreja decidimos ir ao Camboja, levar a alegria do Advento para algumas crianças pobres, seguindo o exemplo de Maria, que foi a primeira a carregar Jesus, levando a Boa Nova ao mundo. A aceitação incondicional do amor aos pobres nos propôs que, agora as nossas férias anuais (da família), são passadas no Camboja. O sentimento de felicidade quando estendemos a mão para compartilhar Cristo com os outros ou o que eu chamo de "Joy of Service" não pode nunca ser totalmente descrito, ele só pode ser experimentado. A alegria que eu estava procurando em vão em coisas materiais na minha juventude, eu descobri em Jesus e agora todo dia é Natal.

Neste Advento, que celebramos o Natal com nossos entes queridos, vamos pensar nas milhões de pessoas que são vítimas de perseguição religiosa, especialmente os cristãos na Síria e no Iraque. Hoje, no Oriente Médio islâmico com o estabelecimento do Estado Islâmico do Iraque e da Síria (ISIS), os cristãos sofrem perseguições que mal podemos imaginar. Aqueles que tiveram a sorte de fugir de suas casas antes de serem presos estão alojados em condições deploráveis em campos de refugiados com pouca esperança para o futuro. Qual tem sido sua resposta a atos de violência contra os cristãos? Vamos refletir sobre como nós, como indivíduos, organizações e uma família internacional de Médicos Católicos podemos responder a esta tragédia. Espero que neste Advento, o Espírito Santo  inspire todos nós, para tentarmos fazer a nossa parte na erradicação deste flagelo que aflige a sociedade moderna de hoje. Nenhum ato é muito pequeno ou insignificante. Você pode começar a mudar o mundo, restaurando a dignidade de um único indivíduo violado. Em Mateus 25:40, Cristo exorta todos e cada um de nós para levarmos a Boa Nova aos que estão sofrendo, "Tudo o que fizerdes ao menor dos meus irmãos e irmãs, o fará à mim."

Gostaria de concluir esta mensagem com uma oração. Nosso Pai amoroso, abra nossos ouvidos para ouvirmos e nossos olhos para vermos a sua presença silenciosa em nossas vidas. Molde nossas vidas com o seu amor transformador, para que possamos ser portadores de sua boa nova em nosso mundo. Enquanto aguardamos a sua vinda na glória, durante este período de Advento, nos manteremos vigilantes e fiéis, sabendo que estás sempre conosco. Fazemos esta oração em nome de Jesus, Nosso Senhor e Salvador, Amém.

Que a paz e a alegria do novo Cristo nascido, esteja com você e sua família neste Natal e sempre.

Seu em Cristo,


John

Um comentário:

  1. "Vamos fazer esse texto chegar no Papa Francisco".

    Padre Gustavo Ribeiro da Silva, foi da Paróquia Nossa Senhora da Apresentação Irajá - RJ está sendo investigado pela CÚRIA.
    Por assediar mulheres ( fieis) e manter relações sexuais com algumas.
    Caso alguém já sofreu algum tipo de abulso por ele em qualquer Paróquia (não importa quanto tempo tem) ligue 2292-3132 pedir para transferir para a CÚRIA ramal 461 ou mandar e-mail para curia@arquidiocese.org.br aos cuidados do Dom Luiz Herique relatando o ocorrido.

    Juntos contra esses tipos de Padres.

    A ARQUIDIOCESE DO RIO DE JANEIRO ESTÁ DE PARABÉNS!

    Ele está suspenso da ordem desde Jan/2017.

    É obrigação nossa como fiel dar oportunidade ao próximo de saber oque acontece dentro da Igreja.

    Sabemos que padre como esse é uma minoria, que existem milhares deles dedicado ao seu chamado.

    Também sou a favor nos dias de hoje, que a ARQUIDIOCESE divulguem esses decretos dentro da sua página (site) para que as pessoas inocentes possam saber com quem estão lidando.

    Vcs podem ajudar divulgando esse texto.

    Estou fazendo a minha parte!

    ResponderExcluir